Quando meu pai encontrou com o ET fazia um dia quente

13148_gg

Eu amo histórias em quadrinhos porque elas são cinema e literatura ao mesmo tempo. Claro, meu lado artista plástico e artesão ama desenhos. E os traços de Lourenço Mutarelli são lindos. Este ‘Quando meu pai encontrou com o ET fazia um dia quente’ (Companhia das Letras, 2011) revela, como se ninguém soubesse, a maestria do artista. Os desenhos são lindos e este livro é quase surreal e muito triste, diga-se.

qdomeupai5

Mutarelli e as páginas do livro…

Trata de um senhor que perde a esposa em um acidente e tem que lidar com a perda, tudo isso narrado pelo filho dele. Mas, claro, como todo bom livro, existem outras camadas que percebemos ao longo da leitura, nos colocando tanto no lugar do senhor quanto do narrador. Mutarelli é econômico nas palavras, porém seu discurso mais forte está no silêncio traduzido em seus lindos desenhos.

Um livro que é possível ler em 30 minutos, mas que jamais será esquecido!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s