O vampiro antes de Drácula

Acho que meu primeiro contato com o vampiro se deu pelo filme ‘A Hora do Espanto’  (1985) e logo depois, na minha lembrança, veio ‘Drácula de Bram Stoker’ (1992), de Francis Ford Coppola, baseado no livro ‘Drácula (1897), do escritor irlandês, claro…, Bram Stoker. Na época eu adorei o filme, mas confesso que hoje, apesar de gostar de assisti-lo, não considero o melhor do diretor de ‘O Poderoso Chefão’. Enfim, logo depois, eu fiquei apaixonado (talvez literalmente..rs) por ‘Buffy, a caça-vampiros’, série criada por Joss Whedom e protagonizada por Sarah Michelle Gellar (a paixão literal…), que foi exibida entre 1996 e 2003. Meu interesse pelos vampiros foi consolidado de vez. 

o-vampiro-antes-de-draculaEmbora meu interesse por esses seres quase sempre esteve mais ligado à TV e ao cinema, a literatura vampiresca sempre fez parte das minhas leituras, mesmo que eu não tenha me dado conta. Este foi um dos aspectos legais que  ‘O vampiro antes de Drácula’ (Editora Aleph) me trouxe. Escrito por dois brasileiros, *Martha Argel e Humberto Moura Neto, a obra traz um estudo profundo sobre a mitologia do vampiro, além de 12 contos clássicos escolhidos com o embasamento de dois estudiosos da área. Você pode até não concordar, dizer que falta isso ou aquilo, mas os contos são maravilhosos. Também, o time de escritores inclui Edgar Allan Poe, Alexandre Dumas, H.G. Wells, Bram Stoker e outros, além de escritores pouco conhecidos, mas que foram fundamentais para a consolidação do vampiro na cultura mundial.

Como a minha cabeça, e de muitas outras pessoas, pensa que vampiros têm que possuir caninos longos, se transformar em morcego e usar capa, ficamos surpresos em saber que uma planta carnívora também é tido como um personagem vampiresco. Sim, durante a leitura do livro descobrimos que o vampiro vai além das características que citei acima. Eu li ‘O retrato de Doryan Gray’ (1891), do irlandês Oscar Wilde (livro que amo), sem nunca perceber se tratar de um livro vampiresco. Claro, um vampiro psicológico, que suga a energia, não exatamente um bebedor de sangue. Uma curiosidade: Oscar Wilde provavelmente bebeu do conto ‘O retrato oval’ (1845) (presente nesta coletânea), de Poe, para escrever o seu romance, já que quando lemos o conto de Poe imediatamente lembramos do livro de Wilde, que elogiou o texto do escritor estadunidense.

Os autores Martha Argel e Humberto Moura Neto.

Os autores Martha Argel e Humberto Neto: ávidos consumidores de ficção vampírica Foto: Marco Vendetti

Uma coisa que eu tinha como certa é que Bram Stoker construiu seu Drácula a partir da figura verdadeira de Vlad Tepes (o Empalador), também chamado de Vlad Drácula. Ideia que é mote central do filme de Coppola, mas que não é verdadeira. Nem no livro existe tal afirmação. Outra coisa que eu tinha como imutável é que lobisomens e bruxas eram seres que nada tinham a ver com os vampiros, mas descobri que são a base mitológica destes.

Quem gosta da mitologia dos vampiros e de ler excelentes contos, não há como não adorar este livro. Muito rico em detalhes. Com certeza você vai descobrir coisas que jamais pensou fazer parte da história, além de muitas outras que eram tidas como certas ou que nasceram com os vampiros, mas que na verdade nunca existiram.

*Martha Argel, doutora em ecologia pela Unicamp, publicou vários livros de literatura fantástica, entre os quais ‘O vampiro de cada um’ e ‘Relações de Sangue’. Humberto Neto é biólogo e trabalha como tradutor.

OBS: Quero agradecer imensamente à Editora Aleph por me enviar o livro como cortesia. Com certeza uma leitura que me enriqueceu bastante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s