She & Him – Volume Three

Eu li no blog de Tatiana Feltrin, cujo canal literário no You Tube eu adoro, um texto sobre a falta de talento de Zooey Deschanel. O texto era assinado por HP Charles, se não me engano, marido de Tati. Ele fala sobre a necessidade de Zooey fazer a imagem cool, mas sem conteúdo, usando, entre outros acessórios, tiaras com orelhas da Mini Mouse. Com aquele ar avoado, meio débil, virou a imagem da garota que é amiga de todos. Falar mal dela é quase um pecado. Há quem pensa que seja.

Bom, eu gosto de Zooey. Não a acho apenas linda, a acho talentosa, mas concordo com HP quando diz que ela abusa desse ar avoado e cool em excesso. A acho uma boa atriz, embora não tenha feito um filme cujo desempenho seja merecedor de um Globo de Ouro. Acho que canta bem e gosto da dupla She & Him, mas os álbuns não mudaram minha vida.

She-And-Him-Volume-3-1

Esse Volume 3, para mim, é o pior. Sim, ouvi apenas uma vez. Julgar agora é errado, mas fiz a comparação com os outros dois, que me ganharam na primeira audição.

O álbum segue a linha que consagrou a dupla: melodias doces, sendo onze canções escritas por M. Ward e Zoeey e três versões, com acento sessentista. Poxa, achei chatinho, embora não todo.

Mas é isso. Vamos esperar o quarto volume e ver no que dá.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s