O que li, estou lendo, impressões…

É isso mesmo. Quem tem blog acaba hibernando por um tempo. C’est la vie. Geralmente eu fico entre 15 dias a um mês afastado…e volto. Voltei.

Como tenho visto pouquíssimos filmes e ouvido pouquíssimos discos, resolvi escrever sobre livros. Minha principal atividade cultural atualmente é a leitura. Por isso, vamos aos livros que li, que estou lendo e as impressões sobre as obras. Como são vários livros, adianto que são notinhas, como aquelas da revista Bravo, só que um pouco maiores.

LIDOS

Tava passeando pela biblioteca da escola de minha filha e me deparei com ‘Feliz Ano Novo’, de Rubem Fonseca. Rubem é um dos autores brasileiros que mais amo. Cru, essencial, pornográfico, um mestre dos contos. Eu adoro este livro, mas nunca tinha lido todo. Peguei e li em um dia. É possível. Um livro fluido e forte. Denso. Irônico. Eu amo! Uma obra que foi proibida durante muito tempo. O livro é de 1975 e só teve permissão para ser publicado em 1989, se não me engano.

 

Sou fã incondicional da doutora Regina Navarro Lins, esta psicanalista e escritora carioca. Ela lançou dois livros este ano. ‘O Livro do Amor’, que possui dois volumes. Já li o primeiro. Ótimo. A autora nos conta a história do amor, nos mostra que a forma como amamos é algo cultural e que é moldada através dos tempos. Livro importante para destruirmos preconceitos, fórmulas baratas de felicidade, etc. Recomendo para todos que gostam de sexo e amor!

 

 

Li ‘Jogos Vorazes’, o primeiro da trilogia de Suzane Colins. Achei a ficção interessante, mas cheia de falhas narrativas. É um livro que discute temas como a sociedade do espetáculo. Mesmo não tendo me apaixonado pelo texto, eu indico. Pelo menos a protagonista é uma mulher mais forte e feminina do que Bella Swan (alfinetada).

 

 

 

 

LENDO

‘Cinquenta tons de cinza’ é péssimo, sem dúvida (para mim). Achei  todos os quatro livros da tetralogia ‘Crepúsculo’ muito ruins (alfinetada # 2), mas li os quatro. Eis que ‘Cinquenta tons mais escuros’, a sequência, estaciona aqui em casa. Eu tenho essa péssima mania de não deixar livro sem ler. Li até agora quatro capítulos e obviamente a autora judia da inteligência dos mortais que gostam de palavras que se transformam em frases bem construídas. Eu tenho deixado este livro para momentos como sala de espera da acupuntura ou uma ida ao banheiro. Sou masoquista?

 

 

Depois de ver um vídeo de Tatiana Feltrin, que possui um canal literário no you tube (o primeiro canal literário do Brasil, diga-se), resolvi investir na leitura do calhamaço de George R.R. Martin, ‘A Guerra dos Tronos’, que é o primeiro dos sete livros das Crônicas de Gelo e Fogo. Gosto muito de ficção fantástica, com suas guerras, intrigas e magias. Até agora li 278 páginas das quase 600. Detalhe: letra pequena. Mas o livro é tão divertido e bem escrito que passa rápido. Os capítulos são pequenos e levam o nome do personagem em questão. Milhões de coisas acontecem, mas o leitor não se perde porque a atenção é voltada para os personagens principais. Então, não se preocupe em lembrar de tudo. É impossível! Recomendo muito!

Para finalizar, um livrinho leve, mas muito importante para mim. Um livro que carrego na minha mochila e que fico beliscando aos poucos (beliscar aos poucos é redundância?). Desde que comecei a fazer fisioterapia por causa das tensões musculares, me aproximei de práticas de relaxamento e uma postura que afaste os estresses e preocupações. Embora eu não pratique ioga, tem muito de sua filosofia no pilates, eu percebo. Esse livrinho é muito informativo e pode ser o ponto de partida para quem possui a intenção de conhecer mais e praticar o ioga. Sim, o nome é ‘1001 pérolas da sabedoria da ioga’.

Anúncios

3 pensamentos sobre “O que li, estou lendo, impressões…

  1. Esse Feliz Ano Novo é um livro bem gradão do Rubem Fonseca?
    Se for, já li.
    Acho engraçado porque li bem novinha, numa idade meio inadequada pro tanto de violência e sexo presentes nos contos. Mas lembro que adorei e até hoje fico achando o Rubem o máximo por conta desse livro.
    beijo! 🙂

  2. Oi, Deise! Não, esse livro não é grande. Eu li em um dia. Foi por conta de ‘Feliz Ano Novo’ que me tornei fã dele, especialmente quando li o primeiro conto, que dá título ao livro.
    Eu vou responder a uma TAG que assisti em um dos canais literários que acompanho. Se puder, responda! Quero ler suas respostas!
    Beijos!!!!!!!!
    PS: Também odiava o calor de Camaçari! rs.

  3. Ah, Sandro, o que eu li foi um bem grande. Com umas 500 páginas. Mas era coletânea de contos também, chamada Feliz Ano Novo. E sim, eu respondo também. Só avisar quando postar 🙂
    PS: Sorte a sua que se livrou desse calor daqui, rs
    Beijo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s