Minha Primeira Exposição

Quase um mês longe do blog. O post da volta tinha que ser sobre a primeira exposição que fiz e a experiência que vivi. E, claro, foi justamente por causa dela que me afastei do blog e outras coisas. Precisei me concentrar na organização da exposição, que envolvia, principalmente, a pintura das telas.

Então foi isso. De 17 a 3 de agosto, de 8 às 18h, eu fiquei concentrado no Tribunal Regional do Trabalho, no Comércio (quem é de Salvador, sabe). Fui com a expectativa alta, já que tenho o hábito de postar minhas telas no facebook e observei que as pessoas estavam gostando dos trabalhos. Claro, comprar é outra história, mas mesmo assim eu estava muito confiante nas pinturas. E acho que não poderia usar outra palavra para o resultado dessa exposição: sucesso.

Eu e Vânia no TRT do Comércio

Tive ajuda de amigos da imprensa que publicaram notas em sites e em jornais (obrigado Maíra Cortês, Gabriel Serravalle e Milene Rios). O próprio TRT foi muito generoso colocando duas matérias em seu site. A assessoria de comunicação da instituição foi muito solícita, prestativa. Agradeço muito à Vânia e Andréia Pereira, pessoas que travei contato direto. Mas, claro, toda a equipe está no meu coração. Edmar Cruz, que trabalha na administração do Fórum, foi outro que não mediu esforços para me deixar confortável lá, sempre me deixando à vontade para pedir o que eu achasse necessário. Me senti como se fizesse parte do TRT enquanto estive lá. E não posso deixar de agradecer o apoio de funcionários como Adailton, Jorge, seu Edson, entre outros, que no meio do corre-corre me deram força, seja espalhando a notícia pelo prédio, trazendo um cafezinho ou simplesmente me passando energia positiva. Eu sei (acho) que ninguém conhece estas pessoas, mas é importante citar que não somos nada sem a ajuda dos outros. Beijos, também, para dona Elizabete (não tinha um dia que ela não fosse me dar um abraço e desejar sorte), Cláudia, Nilma e Zenita, pessoas que formei uma excelente relação lá. E, sim, eu com certeza não coloquei todos os nomes de pessoas legais que conheci.

Cartaz elaborado pela Ascom do TRT

Dei o nome de ‘Versões’ para esta exposição. Explico. Nesta minha primeira fase, que durou sete meses, eu pesquisei muito, li livros, assisti a inúmeras vídeo-aulas, para aprender a pincelar corretamente, a limpar os pincéis, a misturar as cores e, claro, escolher telas que eu pudesse reproduzir e dar meu toque em cima delas, de acordo com minha pouca experiência. Felizmente, a cada trabalho fui percebendo que houve interesse por parte das pessoas, elogios, dicas de como melhorar, etc. Artistas como Wilson Bickford, Bill Alexander e Leonid Afremov foram os nomes fora do Brasil que me inspiraram. Os nomes nacionais foram Vanessa Oliveira, Mauro Martins e Augusto Aguirras. O site dos Pincéis Condor também me ajudou a ter ideias, como a ‘Série Africanas’. Aliás, os dois últimos nomes nacionais citados são artistas que trabalham na Condor.

Durante os 15 dias úteis que a exposição ficou por lá consegui vender 14 das 20 telas apresentadas, além de uma encomenda (breve colocarei a foto por aqui e no facebook). O saldo foi ótimo e consegui provar – e isso era algo que eu precisava – que posso viver um dia da pintura, das artes plásticas. O mundo das artes não é feito do artista somente. Não existe ninguém que prescinda da ajuda dos outros para crescer. Seja de artistas que te inspiram até a mais humilde pessoa que elogie uma tela sua, todos fazem parte daquilo que você se transforma e do futuro sucesso que obtém. Não fui ao TRT como artista, juro por tudo que me é sagrado. Nem gosto muito de ser chamado de artista. Fui lá, e isso é muito sério para mim, para vender um objeto que fizesse parte da vida de alguém, que desse um pouco mais de beleza a um canto escolhido por quem comprasse. E isso não é diminuir o trabalho que tive. A beleza, a alegria, a emoção (seja até a tristeza) que uma tela desperta é o que interessa. Podemos chamar de arte ou não.

Anúncios

8 pensamentos sobre “Minha Primeira Exposição

  1. Que massa, Sandro! Parabéns pelo seu sucesso, aliás 14 de 20 passa de sucesso, rs. Mas acho que deve ser incrível ver sua obra espalhada por aí, imagino a sensação. E que texto lindo, hein? Beijo! =)

    • Obrigado, Lua! Sempre bom ter um comentário seu! Parece que agora vou visitar com mais constância os blogs que gosto. Isso inclui o seu, claro!
      Sim, foi uma experiência excelente! Não esperava vender 14 das 20…foi algo muito bom!
      Muito obrigado por gostar do texto, embora eu só tenha percebido os erros de digitação agora. Mas já consertei!
      Beijos, Lua!!!!!!!!!

  2. Olá, Sandro! adorei o blog. as telas da primeira exposição passam uma sensação boa de calor, de vida! adorei as cores e a maneira como se adequam às formas. já favoritei o blog.

    “Não existe ninguém que prescinda da ajuda dos outros para crescer”. sabendo disso, se vai longe.

    • Poxa, muito obrigado Patrícia! Pena que você não deixou um link. Você tem blog?
      É, eu gosto muito das cores quentes, do calor, da sensualidade, embora nem todas as telas passem isso, claro.
      Com certeza espero sua visita mais vezes!
      Beijos!

    • Olá, Augusto! Poxa, grande honra ter a sua visita aqui! A tela que você me ensinou foi a primeira a ser vendida e foi um grande sucesso! Você faz parte da minha história, da minha constante evolução! Realmente fiquei muito feliz com sua visita!!!!!!!
      Abraços e volte sempre que puder!
      Eu estou com um novo site, específico sobre pintura e artesanato: http://www.atelie-caldas-pina8.webnode.com. Se puder, visite!
      Mais uma vez obrigado e grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s