Um mês, 31 filmes. Dia 17

Dia 17: Brasileirão.

Eu amo o cinema nacional. Em todas as épocas produzimos coisas muitos boas. Ao contrário do que alguns pensam, o cinema nacional não começou com ‘Carlota Joaquina’ (1992), de Carla Camurati, embora este filme tenha sido o propulsor de uma nova onda. E não é fácil escolher um filme ótimo brasileiro, justamente porque existem muitos filmes maravilhosos. Pensei em um documentário de Eduardo Coutinho, que adoro, mas Fernando Meirelles não me saía da cabeça. É um cineasta formidável. Então, ‘Cidade de Deus’ (2002) foi o eleito para esta categoria.

Não posso ser injusto. Apesar do filme ser conhecido por ser uma obra de Meirelles, já que ele foi o diretor principal, quem fez a genial edição foi Daniel Rezende. Aliás, a edição é muito linda e ganhou o BAFTA de 2003. A produção também ganhou o Independent Film Awards de 2003 (Reino Unido) como Melhor Filme Estrangeiro e levou o Grande Prêmio Cinema Brasil em diversas categorias, entre elas a de Melhor Diretor para Meirelles. Além disso foi indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme em Língua Estrangeira, além de vários Oscares! Ufa! Mais uma coisa: o longa foi eleito pela revista Time com um dos 100 melhores filmes da história!

A maioria do elenco não tinha experiência na área dramática

Olha, é um filme primoroso e tem que ser visto por quem ama cinema. Sem dúvida é um clássico dos novos tempos! É obrigatório! Pronto, fui imperativo!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s