Um mês, 31 filmes. Dia 13

Dia 13: Maior roubada cinematográfica.

Não sei quanto a vocês, mas eu sou fã de vampiros, de sua mitologia. A já extinta série ‘Buffy – A Caça-Vampiros’ continua em meu coração. Tenho cinco das sete temporadas em DVD. Ainda criança, eu via filmes como ‘A Hora do Espanto’ com o coração na mão, mas sempre fascinado por esse ser misterioso, sensual, sedento de sangue. ‘Drácula, de Bram Stoker’, filme de Coppola de 1992, me fez querer ser mordido por Monica Belucci, uma das três irmãs que atacam Keanu Reeves em dado momento da projeção. Enfim, eu amo esses dentuços e dentuças.

Por isso mesmo fico atento ao que é lançado. Recentemente, cito rapidamente o que me vem à memória, vi um filme bem legal: ‘Deixe-me entrar’ (2010), remake do sueco ‘Deixe ela entrar’ (2008), é ótimo. Dizem que o sueco é muito melhor, mas eu ainda não assisti. Chega, porque acho que estou enrolando para não falar da saga ‘Crepúsculo’.

Desculpem-me as crepusculetes (termo carinhoso com o qual o crítico Pablo Villaça chama adoradoras dos filmes), mas escolhi ‘Crepúsculo’ por uma série de motivos. E quando me refiro a ele coloco no saco as três sequências que já foram aos cinemas: ‘Lua Nova’ (2009), ‘Eclipse’ (2010) e ‘Amanhecer’ (2011). Olha, eu ia escolher o abominável ‘Turistas’ (2006), mas os filmes inspirados nos livros (eu li todos!!!) de Stephenie Meyer são uma coletânea de erros de todos os tipos: texto que é um retrocesso, filmes mal dirigidos, personagens consistentes como mingau, etc, etc.

Robert Pattinson atua como uma pedra de calcário e o romantismo de seu personagem é mais nocivo que a picada de uma naja

Para mim, não há a menor possibilidade de Edward Cullen ser um vampiro de verdade. Ele não possui presas, brilha como purpurina quando exposto ao sol,  e apesar de sua idade avançada, mais de cem anos, não consegue dizer coisas inteligentes, sábias, bem articuladas. Acho, apesar do gosto de muitas meninas, que ele está longe de ser um o homem ideal para qualquer mulher que goste de si mesma. Edward é sádico, ele parece que se alimenta da obsessão de Bella Swan por ele, por mais que pareça ser romântico, fofinho!!! Um homem mais inteligente e que ama verdadeiramente uma mulher, não permitiria que ela abandonasse amigos, famílias, estudo, para se tornar uma pessoa que dependerá de sangue. E aqui um breve comentário sobre Buffy: Angel, o vampiro que amava a mortal Buffy Summers, sabia que o amor entre os dois era impossível. Os dois sofreram com a separação, mas era a única coisa certa a fazer. 

Kristen Stewart, você é linda, mas seu personagem não favorece as mulheres!

O que dizer de Bella Swan? Eu não consigo pensar em uma mulher mais autodestrutiva: ela ama um vampiro e sente imensa atração por um lobisomem (Jacob Black). Ela mesma obsessiva e desprovida de ambição, apenas sonha em casar com Edward e até chega a tentar suicídio pela ausência do amado no segundo filme. Abandona família, amigos, estudo, tudo para se tornar uma morta-viva e viver eternamente ao lado de seu amor. O pior é que Bella transparece tristeza, insegurança, falta de vontade!!! Deus, que mulher desinteressante!!!

E porque o filme é um retrocesso em suas mensagens? Vou citar dois pontos. O primeiro é o culto à virgindade. Os vampiros criados por Meyer são desprovidos de carga erótica, sensualidade. São vampiros assépticos demais. Edward Cullen, apesar das investidas de Bella, só quer fazer sexo após o casamento. Obviamente a autora dos livros considera a virgindade uma virtude a ser seguida, mas creio que fazer sexo antes do casamento é um teste necessário para o casal. Nada contra quem case virgem, claro, mas não vejo cabimento retratar a virgindade como algo a ser cultuado pelos jovens. Outro ponto é a maneira como se comporta a heroína Bella. Uma mulher que se anula por um homem e ainda assim é vista como uma referência, me doí! As mulheres conquistaram muitos direitos ao longo de cansativos anos, já não são vistas como meras parideiras, apenas boas donas-de-casa e dependentes do macho. Aí vem a personagem Bella e nos diz que a mulher deve seguir seu amado mesmo que para isso destrua sua vida, mesmo que para isso seja dependente crônica. Não dá!!!

Bom, é isso, chega, porque já está enfadonho. Por esses e outros motivos eu escolhi a saga ‘Crepúsculo’ como a maior roubada cinematográfica.

PS: Insisto em dizer que Edward é apaixonado por Jacob, mas tenho certeza que não era essa a intenção de Meyer, porém isso acabou ficando muito evidente nos filmes. Não sei se vocês compartilham dessa visão.

Eu seria fã da saga caso eles assumissem a relação! (risos)

Anúncios

7 pensamentos sobre “Um mês, 31 filmes. Dia 13

  1. Onde assina? Nunca vi os filmes, admito, porque ler o livros já foi chato o bastante pra mim (li porque tenho um filho adolescente e leio tudo que ele lê pra conversar). Amo vampiros, tenho vários livros da Anne Rice, Gary Oldman frequenta minhas fantasias, mas esses aí são chatos de galocha. Roubada mesmo.

  2. luciana Roubada nao , nao critique oq voce nunca viu,e vc pode assinar na sua testa o papel mais feio qe voce eo autor fez agora sabe porque? oo coraçao agente nao manda,ele sim da suas voltas sem msm agente perceber,ae vem pessoas totalmente estranhas pra falar sobre esse filme,todos nos temos qe parar e pensar oo CREPUSCULO e um filme LINDO,sabe falar de amor,pq tem tanto filme qe so tem porcaria ae e ooh povo ainda aplaudee,fala serio vai estudar e ver mais oo filme antes de postar uma merda dessa,FODDA isso

  3. Achei tambem muito feio esse desenho qe estao se beijando vc e preconceituoso oq tem a ver se eles fossem gays e da sua conta? vo espalhar pro povo tudo esse site e mostrar qe o preconceito a qui ta grande

  4. Bom, querida Fabiana, acabei de notar que você não sabe ler, ou melhor, enxerga apenas o que quer. Não sei quantos anos você tem, qual sua formação, etc etc, mas eu, provavelmente (e não é por me gabar, de jeito nenhum) já vi muito mais filmes que você. Claro que isso não me torna um crítico de cinema e esse não é o caso. A questão aqui é se a história é bem construída, se o filme é bem dirigido, se as atuações convencem! Continuo achando que todos os 4 filmes são ruins. E todos os 4 livros também. Sim, eu li os 4 livros, amiga. Parece que você é que não aceita uma crítica sobre o filme. Péssimo isso.
    O que você quer dizer com ‘pessoas estranhas’? São estranhas as pessoas que não gostam do filme? Acho que não. Bom, caso você permita eu lhe envio uma lista de 100 filmes que falam de amor de forma muito mais bonita e coerente! Provavelmente você deve amar Edward e Jacob. Eles e Bella são personagens mal construídos, esquizofrênicos, dependentes, obsessivos. Enfim, para mim é impossível gostar, justamente porque valorizo o amor e a relação entre as pessoas.
    Outra coisa que você falou: que sou preconceituoso porque coloquei a foto de Edward e Jacob se beijando! Leia com atenção: na legenda eu disse que gostaria do filme se eles assumissem a relação. Ora, se eu disse isso é porque acho que é mais coerente com os personagens, com as coisas que enxergo no filme. Fuce mais textos no meu blog e você vai ver que sou contra qualquer preconceito, inclusive contra homossexuais. Leia aqui, por favor: https://sandrocaldas.wordpress.com/2011/12/17/um-mes-31-filmes-dia-24/

    Bom, adorei você ter dito que vai falar do meu blog para todo mundo. Ele vai ganhar mais acessos! Obrigado!!!

  5. Eu gosto da história, li todos os 4 livros da Saga e assisti os filmes, eu respeito a opinião de cada pessoa. Amar os livros ou os filmes é algo meu, ou de nós fãs. Creio eu que todos sabem o que ler e do que gosta, então mesmo que não gostemos de certas críticas não podemos nos abalar… Eu leio muitas críticas a respeito de ‘Crepúsculo’ ou da saga inteira. Eu para falar a verdade não me incomodo, apesar de ficar com uma raivinha(risos). O que nos resta é amar a ainda mais a Saga, claro que para quem gosta, e não se intimidar com nada… Pessoas maduras e inteligentes não batem de frente apenas respeitam a opinião dos críticos. Bem, eu sou assim…
    Bjuss.

  6. Exato, Leydeane. Acho que as pessoas têm formações diferenciadas, formas de ver a vida diferenciadas, etc. Qualquer opinião deve ser respeitada, claro. Eu só não respeito opiniões de pessoas preconceituosas, atrasadas, reacionárias. Mas quando se trata de um produto cultural temos que debater os aspectos positivos, negativos, etc.
    Eu também li os 4 livros e vi todos os filmes até agora. Justamente por isso posso escrever algo a respeito. E, até agora os filmes não me agradaram. Isso pode mudar no último, mas acho um pouco difícil.
    De qualquer jeito muito obrigado pelo seu comentário. Não foi aquele tipo de comentário raivoso, como algumas fãs costumam fazer. Vejo que você gosta dos filmes, mas é equilibrada! rsrs!
    Grande beijo e volte sempre!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s