‘Chico’, o novo disco

Demorei muito para emitir uma opinião sobre o novo disco de Chico Buarque porque parece que é quase impossível escrever uma opinião desfavorável sobre um artista que ainda contribui de forma consistente para essa arte que tanto amo. Obviamente isto é um erro, já que ninguém é infalível ou tem que ser genial o tempo todo. Mas o fato é que considero Chico um dos letristas e músicos mais brilhantes do mundo. Então, preferi ir com calma.

Ouvi ‘Chico’ (nome do álbum) umas oito vezes. Como disse para alguns amigos, o disco não me arrebatou, mas à medida que fui ouvindo suas dez canções meu interesse e apreço cresceram. Chico é mestre da palavra e a cada audição percebia nuanças diferentes nas letras. Outro aspecto inquestionável do disco é sua sofisticação harmônica e as execuções belíssimas dos excelentes músicos. Ou seja, apesar do disco não ter nenhuma música que tenha me deixado excitado, esse é o termo, o novo trabalho de Chico é bom.

Eu destacaria a belíssima ‘Sinhá’, um samba feito em parceria com João Bosco, que conta a história do escravo que é acusado de ver a sinhá nua. A canção e a letra são lindas. Outra faixa que me pegou foi o blues (ou quase blues) “Essa pequena”, na qual Chico narra um amor entre uma jovem de cabelos cor de abóbora e um senhor já grisalho (ele mesmo?). O disco conta com as participações do sambista Wilson das Neves na música “Sou eu” (parceria de Chico com Ivan Lins em 2009) e de Thaís Gulin na valsa “Se eu soubesse”. Chico participou, em abril, do segundo trabalho de Gulin, com quem namora.

Não queiramos um Chico dos anos 70 porque essa época já passou. ‘Apesar de você’, ‘Olhos nos olhos’, ‘Todo sentimento’, ‘Meu caro amigo’, ‘O que será (À flor da pele), ‘Construção’, Samba de Orly’ são, entre tantas outras, músicas que me arrebataram quando as ouvi. Não há nesse novo disco nada tão forte, pelo menos para mim, mas Chico Buarque continua construindo belas canções.

Músicas:

1. Querido Diário
2. Rubato
3. Essa pequena
4. Tipo um baião
5. Se eu soubesse (Participação especial: Thais Gulin)
6. Sem você nº 2
7. Sou eu (Participação especial: Wilson das Neves)
8. Nina
9. Barafunda
10. Sinhá (Participação especial: João Bosco)

Quem quiser ouvir as músicas sendo executadas em estúdio, além de um documentário, fotos e algumas coisas mais, acesse chicobastidores.com.br.

Anúncios

3 pensamentos sobre “‘Chico’, o novo disco

  1. O Chico Buarque é uma referência para mim!!! Tenho imensos trabalhos dele. Ainda há duas semanas comprei 1 cd duplo dele, em que temos duas vertentes: a de cantor e a de compositor. O MÁXIMO!!!

    Vou comprar este novo trabalho.

    A propósito de cantores brasileiros, existem muitos que eu gosto, mais existem dois que adoro:

    Maria Bethânia e o seu mano Caetano Veloso. Dela, tenho tudo o que arranjo…a m/ forte ligação ao Brasil começou por causa dela…. :))))

    Abraço, Sandro!!!

    Obs. Ando para aqui a dar um “passeio” pelo seu Blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s