Música de Brinquedo e Partimpim

Nas últimas duas semanas, talvez, tenho visto alguns vídeos de dois artitas com minha filha pelo You Tube. Mas antes de falar deles, quero dizer que hoje as crianças já nascem com pó de silício, zero e uns em seus genes. Sarah, que tem apenas 2 anos e 4 meses, usa mais a internet do que vê televisão. E eu junto disso, tento mostrar coisas que são, na minha opinão, interessantes. A mãe mostra outras coisas e outras aparecem pelo caminho. Foi assim que ela viu videoclipes de bandas que eu gosto, como Blur…e gostou!!! Viu, também, desenhos que fizeram parte da minha infância, como Smurfs. E a mais óbvia de todas: Xuxa. Sim, ela existiu para mim e continua sendo referêcia para as crianças. Sarah gosta de Xuxa.

Nessa salada de informações, ela também já viu a nem tão infanto-juvenil Kelly Kee e dançou o Rebolation. Óbvio que nem tudo visto me agrada e mais óbvio ainda: não deixo que ela assista qualquer imagem que se mexa, porque sua cabecinha não está pronta pra ver muitas coisas ainda, além de não interessar a ela. Mas o fato é que creio que a criança nao pode ser tolhida em sua sede de descoberta, como se tudo que escolhêssemos fosse de extrema qualidade. Sabemos que adultos não sabem de tudo, não é? Por isso deixo minha filha livre para ver e formar ela mesma o conceito do que é bom ou ruim, sempre dentro do que é possível ela ver. Não adianta correr mais do que os pés.

Bom, quem são os dois artistas citados acima? Adriana Partimpim 1 e 2 (Adriana Calcanhoto) e Pato Fu, com seu disco Música de Brinquedo. Aí entro na seara dos produtos audiovisuais feitos para as crianças.

Acho que a tendência desses produtos é a dubiedade existente neles. Vi com Sarinha clipes um tanto quanto sensuais de Eliana, Kelly Kee e até mesmo Xuxa. São clipes nos quais as expressões corporais e as roupas exalam uma sensualidade que creio ainda não ser compreendida por esse público, apenas imitada. Não vou entrar aqui no assunto da sexualidade inerente às crianças, isso é outro assunto.

Falo da dubiedade porque ao mesmo tempo que mostram uma certa maturidade sexual, continuam tratando as crianças como seres incapazes e quase burros, como se elas não fossem absorver nada além do seu próprio universo infantil, que traduzido para a linguagem adulta significa “bobo”. Creio que é preciso ser sincero com as crianças: chega de cegonhas! Não é preciso ser científico nem mostrar erudição, mas com certeza se você for verdadeiro com elas, será compreendido.

Tanto Adriana Partimpim quando Música de Brinquedo, do Pato Fu, são voltados para as crianças, mas para os adultos também. Os dois públicos podem ouvir esses dois grandes artitas. É bom para os dois. Adriana e a turma do Pato Fu utilizam brinquedos e sonoridades lúdicas para interpretar as canções de artistas maravilhosos. Você encontraVinícius de Morais, o poeta Ferreira Gullar, Chico Buarque e Claudinho e Bocheca em Adriana Partimpim. Em Música de Brinquedo você ouve Cassiano, Paul McCartney, Roberto Carlos e Rita Lee, por exemplo.

Lembro que em um show do Criança Esperança, Sandy interpretou a música Ciranda da
Bailarina, de Chico e Edu Lobo. Neste verso “Reparando bem, todo mundo tem pentelho/ Só a bailarina que não tem”, Sandy não pronunciou a palavra pentelho! Porque? Seria tão ofensivo assim? Adriana que não tem o histórico de lidar com o público infantil como Sandy, falou esta palavra de forma sincera, que foi absorvida pelas crianças naturalmente, como dever ser.

Boas melodias, boas letras e poesias, excelentes músicos e boas cantoras é o que você vai encontar em Adriana Partimpim e Música de Brinquedo, do Pato Fu. As crianças gostam
muito e Sarinha também. Sarinha adora o gatinho dos versos do maravilhoso Ferreira Gullar e mesmo a bailarina, com pentelho mesmo, de Chico e Edu.

Outras dicas de audiovisuas muito legais para as crianças, que são inteligentes, muito informativos e não tratam as crianças como bobinhas: os desenhos ‘Charlie e Lola’, ‘Pink Dink Doo’ e o maravilhoso ‘Cocoricó’ (um dos preferidos de Sarinha e meu também!).

Abaixo vocês podem conferir a música “Primavera”, de Cassinano e Sílvio Rochel, por Pato Fu. Os vídeos de Partimpim não estão com os códigos disponíveis no You Tube. Coloquei o link do canal no You Tube aqui. Tomara que você e seus filhos gostem!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s