Sandy e os rituais

Ser famoso ou anônimo são dois lados da mesma moeda. Quem nunca sentiu o gosto da fama, imagina como deve ser receber a atenção, os olhares e até os comentários maldosos daqueles que te observam. Uns com ódio, outros com desprezo e demais com admiração e amor. Não é à toa que milhares de pessoas se candidatam a uma vaga em reality shows como o Big Brother. Por outro lado, quem já desfruta da fama (merecida ou não), sonha em poder ir ao cinema ou passear pelas ruas da sua cidade sem ser abordado em troca de uma foto.

A personagem deste texto é Sandy Leah Lima, uma garota que desde muito pequena é famosa e já conta com 17 anos de carreira, se não me engano.

Sei que Sandy faz análise, mas não atribuo o casamento, a formatura e a festa de 15 anos a algum conselho profissional. Ela podia sinceramente não querer tudo isso, já que não precisa provar que é normal. Mas quis, justamente porque o é. Considero Sandy bastante madura e consciente das suas escolhas e atribuo à família que possui esta sólida formação de caráter.

Acho muito bonito como ela conduz sua vida e falo isso sem medo de parecer idiota. Admiro seu gosto aos rituais. Faz parte de nossa época, e isso não tem nada de ruim também, não prescindir de simbolismos como o casamento, a festa de 15 anos ou a formatura. Eu mesmo não fiz a mínima questão de me formar com solenidade e não dou tanta importância aos rituais de qualquer espécie, mas os acho bonitos e válidos.

15 anos

15 anos

 

 

Sandy realizou sonhos como a festa de 15 anos, com tudo o que tem direito. A menina virou mulher. Sandy se formou em Letras para ganhar mais conhecimento e melhorar como pessoa e artista. Sandy se casou com o homem que ama (sim, muitos se casam sem amar).  Passou por esses rituais humanos porque é humana como todos, apenas tem um emprego que coloca uma lente de aumento em sua persona e descarta sua falibilidade como mortal, seus anseios como mulher, seus medos e incertezas. Como diz em uma das letras que escreveu: o glamour não dura pra sempre, já que também vai ao banheiro.

Nada mais humano.

Vejo muitos artistas, alguns muito pouco artistas, transformarem suas vidas em lama diante do público. Atribuem a si mesmos uma importância que não possuem. Fazem-se de vítimas e atormentados (poucos são mesmo). Nada mais detestável do que um artista que se diz artista. Não vejo Sandy ser assim, diante de quase duas décadas de vida nos palcos.

 Casada

Sendo Sandy, a famosa cantora ou não, continua a olhar para o céu e não entendendo nada, como todos nós.

Casada

 

 

 Formada em Letras

Formada em Letras

Anúncios

18 pensamentos sobre “Sandy e os rituais

  1. Também gosto da Sandy…esses jornalistas (se é que são mesmo) pegam no pé dela por nada. Ela é uma menina de muita sorte e de valores muito bonitos.
    Bjs!

  2. Muito lindo o seu texto… e real! Eu também a admiro como a grande artista que ela é (de talento indiscutível) e pela pessoa inteligente e FAMÍLIA que ela é. Para mim ela é sinônimo de qualidade, possui as virtudes e os padroes que admiro.
    Parabéns pelo comentário!

  3. Oi, Luciana. Obrigado! Acho que Sandy é humana como todos nós: desejos, falhas, mau-humor etc etc.
    A admiro, principalmente, por não querer se elevar acima dos deuses, como muitos “artistas” fazem.
    Ela tem um trabalho, ela boa nisso, ela é um ser humano!
    Beijos e faça mais visitas. Adorei!

  4. Sandy é uma pessoa admirável. Tanto pelo seu talente em cima dos palcos quando à sua vida pessoal. O texto é muito bom e refleta a pessoa intregra e maravilhosamente maravilhosa que é a Sandy.

    Beeeijos

  5. Uma das coisas mais admiráveis em Sandy, além da voz, é a conduta que toma por certa e o desinteresse por aquilo que as pessoas acham que ela deveria fazer.

    Gostei do texto. Parabéns.

  6. Tb li o texto e recomendei a própria Sandy no twitter, realmente acho banaca qndo reconhecemos em pessoas “públicas” o simples ato de querer levar a sua vida com amor. A Sandy transmite isso e acredito que por isso tudo que ela faz fica tão sublime, tão verdadeiro, porque antes de mais nada ela desejou e ama aquilo que faz seja pessoalmente e profissionalmente. E com certeza nenhum desses eventos da vida dela que vc ressaltou vieram sem esforço e total dedicação dela… por isso os rituais valem como celebração e não somente para aparecer! Parabéns pela iniciativa do texto.. tb gosto muito dela, é sempre bom ver mais gente que tb sabe apreciá-la por sua conduta!

  7. Oi, o texto é fantástico! Eu costumo comentar com as pessoas que a sociedade hoje perdeu um pouco a noção de qualidade, visto que criticam pessoas que admiram e cultivam a família, o lar, valoriza a educação, a cultura, demonstra ser certinha em cada conduta, só que ser certinha seria o NORMAL de todos não? a sociedade deveria mesmo era parabenizar e comentar sempre de forma positiva tudo isso e não cair em críticas negativas que vão contra um pressuposto básico e essencial para melhora de todos como ser humano que é a volarização da família, do eu, da educação; da honestidade, da simplicidade e da cultura.
    Parabéns pelo texto! admiro muito a Sandy, não apenas pela brilhante artista que ela é, mas pq eu me assemelho muito a ela nesses valores que são ESSENCIAIS! Muito bom refletir sobre isso.

  8. a Sandy tem uma voz maravilhosa.Imagine como seria bonito ela cantando musicas gospel.Eu sempre oro por ela porque sei que um dia ela cantara musicas gospel.AMÉM!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s