O primeiro presidente negro da História

Estava ansioso para saber quem ocuparia o Salão Oval da Casa Branca. Fiquei realmente emocionado quando vi um negro com possibilidades reais de chegar à presidência. Hoje pela manhã, quando liguei a televisão, a primeira coisa que escutei foi Renato Machado, jornalista da Rede Globo, falando sobre o novo regente dos Estados Unidos e ele era: Barack Hussein Obama Jr. Arrepios, bons arrepios.

A vitória de Obama traz mais do que uma conquista simbólica contra o racismo, em uma nação na qual brancos não bebiam nos mesmos bebedouros das “pessoas de cor” ou não usavam o mesmos banheiros. Nos ônibus, os assentos traseiros eram apenas para os negros. Determinações torpes, sem o menor sentido, e que trouxeram muitas mortes em vão!

Para mim, esta vitória traz uma espécie de alívio para quem não queria algo parecido com o ideário de Bush e mostra o quanto essa sociedade, que muitos têm um ódio débil, possui uma capacidade de se transformar e dar exemplos para o resto do planeta. Falo do seu povo, de sua gente, e não de meia dúzia de políticos mentalmente atrasados. O povo americano é muito mais do que as guerras promovidas pelo seus governos, por exemplo. E creio que a reeleição de Bush tenha a ver com sua política do medo, muito bem difundida.

Em Harvard

Em Harvard

Acho que John McCain e sua vice, Sarah Palin (Deus me livre!), pelo que pude ler e ouvir, dariam continuidade à estratégia destrutiva, pouco ecológica, alienada e bélica de Bush. O povo norte-americano e não só ele, o europeu, o africano e por aí vai, desejava a vitória desse negro de 47 anos, nascido em Honolulu, Havaí. Obama conquistou 338 delegados e McCain, 161, dos 538 possíveis. Para ser eleito, seria necessário conquistar 270, no mínimo.

Obama não fez história somente como novo presidente dos Estados Unidos. Doutor em Direito por uma das Universidades mais respeitadas do mundo, Harvard, foi o primeiro presidente negro da Harvard Law Review, jornal mensal direcionado aos estudantes. Também revelou a um jornalista do programa 60 minutos, que durante a faculdade experimentou maconha e cocaína e não se arrependeu disso. Porque se arrependeria?

O que a era Bush deixou de bom para os Estados Unidos? Talvez Barack Obama. Ele herdou um crise financeira monstruosa, de efeitos ainda não totalmente mensurados e de término indefinido. Obama tem pela frente um enorme desafio. Pode ser que não consiga – o que é normal – cumprir tudo que sonha para o seu País, mas tenho a sensação de que a comunidade mundial tirou um peso das costas.

Anúncios

2 pensamentos sobre “O primeiro presidente negro da História

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s