Maquiagem acadêmica

Há pelas academias um tipo de “Mestre” que arrola títulos, mas que na prática não aplica os conhecimentos que supostamente apreendeu. Na época que fiz Jornalismo, pude encontrar alguns, que felizmente, no meu caso, não foram muitos. Hoje em dia, depois de alguns anos de formado, tenho que me submeter (espero que por pouco tempo) mais uma vez a esses tipos.

Quero contar um pouco dessa minha experiência. Não vou citar nomes e minha crítica é à formação deficiente e pouco humanística que essas pessoas possuem. Noto que regurgitam as mesmas frases. Parecem que não expandem sua formação, presa a um tipo estanque de conhecimento, muitas vezes ultrapassado.

Currículo

Os dois casos a que tenho contato possuem um currículo de dar inveja, com mestrado, cursos mil e experiência internacional (mesmo que essa experiência tenha sido visitar o país). Uau! Mas será que é possível que alguém que tenha mais de 10 anos de formado em Jornalismo, pode sistematicamente dizer: “…nossa visão é dar visibilidade…”; “…outro ponto pontuado…”; “…maiores informações…” (sendo que as informações não são maiores ou menores) e outros clichês como “capitalismo selvagem” e “em um mundo cada vez mais globalizado” e por aí vai?

Outra coisa terrível é a propagaçao da bondade, como se repetir o tempo todo suas invejáveis qualidades fizesse de você pessoa mais admirável. É o tipo de “altruísmo de jornal”, ou seja, você faz o bem, mas quer nota nos veículos de comunicação.

Interessante notar, é como alguém que ensina “Gestão de Tempo”, “Linguagem Corporal na Comunicação” e fala de relacionamento interpessoal, pode ser tão oposto a tudo que vomita como teoria. Acho que é desses tipos que a educação não precisa. São sujeitos que derramam a mais arcaica das arcaicas formas de lidar com os alunos na sala de aula: eu sou o MESTRE e vocês uns potes vazios, prontos para serem preenchidos com tudo que tenho a oferecer. Lamentável. Utilizam a formação (torta!) que têm para discriminar, se colocar acima dos “despreparados”.

Ter mestrado e doutorado é importante, sim. Importante se tivermos pessoas que honrem os títulos que carregam. O conhecimento é fundamental para a nos tornarmos mais conscientes, mais interessantes, mais preparados para contribuir de alguma forma para nossa conturbada sociedade.

Com o currículo que exibem deviam ser mais humanos, mais simples, mais inteligentes na forma como tratam as pessoas. O que tiro disso tudo, é que currículos jamais devem impressionar. Devem ser apenas o ponto de partida para saber quem é aquela pessoa. O conhecimento só transforma quando é apreendido, quando é interiorizado, quando modifica sua forma de ver o mundo. Não basta ler o livro e repetir as frases para uma platéia impressionada com sua cultura. Cultura, muitas vezes, fora de moda, que já não traduz os anseios do mundo atual.

Cuidado! Há muitas dessas “sumidades” por aí.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Maquiagem acadêmica

  1. Gostei muito do seu texto. Concordo com cada parágrafo. É cada vez mais frenquente esse tipo de pessoa, que gasta tempo e energia tentando sustentar uma aparência feita de vidro.Essa camada parece se encaixar perfeitamente com o corpo e só é retirada para pessoas que julgam “inferiores” ou “subordinadas”.
    Enfim… A-D-O-R-E-I!!
    Bjs

  2. Adorei o texto. Você descreveu muito bem esses tipinhos que se sentem superiores por terem tido a oportunidade de estudar em outros países ou mesmo de darem continuidade a susas carreiras acadêmicas aqui no Brasil. Infelizmente eles não encontram-se apenas na área de jornalismo, também conheci alguns desses “profissionais”.
    Bjos

  3. É pessoal, precisamos construir nossa formação, valorizando nossa consciência crítica. Aqueles que se acham donos do saber, geralmente são os mais burros.
    Abraços!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s