Melancolia hermana e felicidade vermelha

1. Téo e a Gaivota
2. Tudo Passa
3. Passeando
4. Doce Solidão
5. Janta
6. Mais Tarde
7. Menina Bordada
8. Liberdade
9. Saudade
10. Santa Chuva
11. Copa Cabana
12. Vida Doce
13. Saudade
14. Passeando

Ouvi esses dois discos e gostei dos dois. Vamos destrinchar um pouquinho.

A banda americana Weezer tem algo que eu gosto muito: ironia das boas. O som dos caras é pesado-leve ou leve-pesado, ao gosto do freguês. E fala sobre qualquer assunto, com espírito festivo – sinto isso. Quando li que este novo álbum era maravilhoso, corri atrás, porque não estava ciente de que a banda estava prestes a lançar um novo trabalho. Em tempos de internet, graças aos deuses, baixei o já apelidado “Red Álbum”. Somente na terceira audição amei o disco. Às vezes é difícil absorver as músicas de primeira.
Adoro as faixas “The Greatest Man That Ever Lived (Variations on a Shaker Hymn)” e “Troublemaker”.
Quem gosta de Weezer, não vai se arrepender.

Passando para Marcelo Camelo, ex-Los Hermanos (banda que era influenciada, entre outras, pelo Weezer), notei neste seu “Sou” um clima bem parecido com o mais fraco álbum do grupo carioca, o “4” – de clima mais denso e tristonho do que os outros, no geral. A melancolia hermana está ali, claro, mesmo que um clarão de alegria seja mostrado na faixa que abre o disco, “Copacabana”.
Camelo traz para a sua estréia gente de peso, como Dominguinhos, na faixa Liberdade. Em “Janta” (música de sonoridade Folk e que amei), Mallu Magalhães dá seu tom cool e sensual.
A estréia solo de Camelo é muito boa, mas ficou aquém do que (pelo menos eu) esperava dele.

Em tempo: Marcelo Camelo se apresenta neste domingo, 28, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves.

1. “Troublemaker” – 2:44
2. “The Greatest Man That Ever Lived (Variations on a Shaker Hymn)”- 5:52
3. “Pork and Beans” – 3:09
4. “Heart Songs” – 4:06
5. “Everybody Get Dangerous” – 4:03
6. “Dreamin'” – 5:12
7. “Thought I Knew” (Bell) – 3:01
8. “Cold Dark World” – 3:51
9. “Automatic” (Wilson) – 3:07
10. “The Angel and the One” – 6:46

Anúncios

Um pensamento sobre “Melancolia hermana e felicidade vermelha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s